MESTRE CRUZ

Translate this Page
Ultimas Atualizações
Amarraçoes de amor  (27-06-2017)
Mestre Cruz Site Oficial  (26-06-2017)
Preços de trabalhos  (29-02-2016)
MESTRE CRUZ
CAMPEAO NACIONAL,QUEM?
PORTO
BENFICA
SPORTING
VITORIA DE GUIMARAES
RIO AVE
BELENENSES
MARITIMO
SP.BRAGA
Ver Resultados

Rating: 2.7/5 (252 votos)




ONLINE
1










Medalha Milagrosa

A  Medalha  Milagrosa

 

 

 

Quem é Catarina Labouré
Em França, em   2 de Maio de 1806, nasce Catarina Labouré, filha de cristianíssimos pais, que com ela contaram onze filhos.
Em 1818 fez a sua primeira Comunhão. Uma sua irmã testemunhava:
- Foi a partir deste dia que ela teve uma devoção muito grande para com a Santíssima Virgem. Edificava todas as  companheiras pelo seu fervor. Sentindo em si o chamamento divino para a vida religiosa, fez o pedido ao pai.
- Não irás ! – Foi a resposta áspera do pai, não compreendendo a felicidade e a glória duma vocação religiosa. Catarina sofre em silêncio e suplica a Deus que trate Ele do assunto… O certo é que o pai reflecte e a autoriza a ir.
Passado algum tempo, Catarina Labouré entrava na Congregação das Filhas de Caridade de S. Vicente de Paulo.
Aos 23 anos é admitida no Noviciado, na Rua du Bac, em Paris. “ Meu Deus, eis-me aqui para fazer a Vossa vontade “ – foi o seu programa.   Aparição de Nossa Senhora
A 18 de Julho de 1830, às 11 h 30 da noite, dorme. De repente, ouve alguém a chamá-la. Corre a cortina e vê um menino branco, com uma beleza fulgurante. Todo ele brilhava. É o seu Anjo da Guarda. 
"Vem, vem à capela! A Virgem Santíssima espera-te"
"Mas… vão ouvir-me… serei descoberta… Não  temas  nada.  São vinte e três horas e meia. Todos dormem.   Eu acompanho-te."
Catarina  ergue-se, veste-se e segue o Anjo. Fica espantada ao chegar à capela, vendo que ao simples toque do seu Anjo a porta se abre, e encontra o templo todo iluminado.
"Eis a Virgem Santíssima, ei-La!" – diz o Anjo.     
Catarina percebe um pequeno ruído, como o ruflar de sedas. E uma Senhora de beleza indescritível surge e vem sentar-se junto do altar. Catarina lança-se irresistivelmente para Ela, e cai-lhe de joelhos aos pés. As emoções da sua alma assim as resumiu:  Ali se passaram os momentos mais doces da minha vida. Seria impossível dizer tudo quanto experimentei…       
E  Nossa Senhora disse-lhe: 
"Minha filha, o bom Deus quer encarregar-te duma missão. Terás muito que sofrer… não temas… Tem confiança… Vem junto deste altar… Aqui, as graças serão espalhadas sobre todos os que as pedirem, com confiança e fervor."
Segunda Aparição de Nossa Senhora
Em 27 de Novembro de 1830, às cinco e meia da tarde, Nossa Senhora aparece de novo a Catarina Labouré, que se encontrava na capela em oração. A Virgem Santíssima está resplandecente de brilho. Das  suas mão saem raios formosíssimos. E Nossa Senhora explica:
Estes raios são o símbolo das graças que eu concedo às pessoas que mas pedem”.        
Em volta da Virgem Santíssima forma-se um quadro oval, no qual se liam estas palavras: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós”.
Esta jaculatória deve repetir-se, muitas vezes durante o dia.
E  Nossa Senhora comunica-lhe então: 
Manda cunhar uma medalha segundo este modelo. As pessoas que a trouxerem, receberão grandes graças. As graças serão abundantes para as pessoas que tiverem confiança”.       
A visão que Catarina tem diante de si pareceu-lhe voltar-se, e ela vê no reverso a letra  M,  encimada por uma cruz, e tendo por baixo dois Corações, um cravado de espinhos e outro atravessado por uma espada. 
Sua Vontade É Feita
Espalhou-se prodigiosamente esta medalha. Em algumas cidades da França, só em 4 anos, de 1832 a 1836, venderam-se muito mais de 80 milhões.
Graças e milagres extraordinários acompanharam a divulgação desta medalha: Reanima-se a fé; Restauram-se os bons costumes e a virtude; Saram-se corpos; Convertem-se almas. 
Perante isto, o Arcebispo de Paris, Monsenhor de Quélen, ordenou um inquérito oficial sobre a origem e os efeitos da Medalha da Rua do Bac. Deste conclui-se:
“A rápida propagação, o grande número de medalhas cunhadas e distribuídas, os admiráveis benefícios e as graças singulares obtidas, parecem sinais do Céu, que confirmam a realidade das aparições, a veracidade das narrativas da vidente e a difusão da medalha”.
Em 1846, em Roma, após a conversão de Afonso Ratisbonne, o Papa Gregório XVI confirmou as conclusões do Arcebispo de Paris.
Pio IX, o Papa da Imaculada, gostava de dar como presente. Leão XIII instituiu a festa.  
LOURDES  E  A  MEDALHA  MILAGROSA
A Medalha  Milagrosa é universalmente conhecida. Entretanto ignorava-se que as Aparições da Capela da Rua do Bac tenham preparado os grandes acontecimentos de Lourdes. 
A Virgem da Gruta apareceu-me tal e qual como está representada na Medalha Milagrosa.” declarou Bernadette, que a trazia consigo. 
A invocação da Medalha: “Ó  MARIA  CONCEBIDA  SEM  PECADO,  ROGAI  POR  NÓS  QUE  RECORREMOS  A  VÓS ”,  suscitou um grande movimento de fé na Imaculada Conceição de Maria, que levou Pio IX a proclamar o Dogma em 1854. Quatro anos mais tarde, a Aparição de Lourdes confirmava, de maneira surpreendente, esta definição. 
Os cristãos que nela souberem meditar, encontrarão um resumo de toda a doutrina da Igreja sobre o lugar de Maria na obra de Redenção e a Sua mediação universal.